Nosso Blog

Voltar

6 iniciativas da AtletasNow para divulgar o paradesporto

6 iniciativas da AtletasNow para divulgar o paradesporto

O paradesporto brasileiro é um dos mais desenvolvidos do mundo. Para se ter uma ideia, na última edição dos Jogos Paralímpicos, o Brasil foi o quinto país que mais ganhou medalhas no total (72), sendo 14 medalhas de ouro.

Entretanto, a realidade vitoriosa contrasta com a falta de visibilidade. Com pouco espaço na mídia, atletas brasileiros que são os melhores do mundo em suas respectivas modalidades passam praticamente despercebidos pelo público.

Esse distanciamento gera uma série de dificuldades para os competidores, desde a falta de reconhecimento até a dificuldade em captar patrocinadores, em alguns casos, prejudicando até a continuidade da carreira.

Pensando neste contexto, uma das bandeiras da AtletasNow é difundir o paradesporto no Brasil, oferecendo uma série de oportunidades para atletas e profissionais do paradesporto.

Mas, afinal, como isso é feito? Confira seis iniciativas da AtletasNow para divulgar o paradesporto no Brasil:

Dar visibilidade para histórias

Atletas e profissionais do paradesporto possuem histórias vitoriosas em todos os contextos, desde a força e vontade de viver até a forma como o esporte transforma completamente suas respectivas vidas.

No entanto, histórias como essas se perdem com o tempo, já que são praticamente ignoradas pela mídia e, consequentemente, não chegam ao público.

Uma das missões da AtletasNow é exatamente fazer esse resgate histórico, convidando ícones do esporte, inclusive do paradesporto, para contarem suas inspiradoras histórias ao grande público.

Em seus canais de comunicação, a AtletasNow já trouxe a história do técnico Alan Nascimento, um profissional que foi praticamente o precursor do parataekwondo no Brasil. Um trabalho que, hoje, faz do nosso país uma das potências mundiais da modalidade e oferece uma nova vertente para inúmeras pessoas com deficiência.

Além de Alan, a AtletasNow já trouxe a público a história da nadadora Regiane Nunes. Ela perdeu a visão dos dois olhos por conta de um glaucoma e se redescobriu através do esporte, tendo disputado três edições de Jogos Paralímpicos.

Regiane também dedica parte de sua rotina para contar ao público como é a vida pessoal de uma pessoa que perdeu a visão, incluindo questões sobre como escolher uma roupa ou como passar uma maquiagem, por exemplo.

Oferecer patrocínio

Aqui, a AtletasNow rompe com todos os padrões. Uma das maiores dificuldades para uma pessoa com deficiência se manter no esporte é exatamente a falta de patrocínio.

Pensando nisso, a AtletasNow criou uma campanha intitulada “Meu Primeiro Patrocínio é Aqui”, que beneficia atletas e paratletas de todo Brasil, contemplando atletas de mais de 80 modalidades disponíveis na plataforma.

A campanha “Meu Primeiro Patrocínio é Aqui” funciona da seguinte forma: a cada mês, a seletiva contempla cinco atletas com um valor de R$ 250, e ampla divulgação em nossos canais de comunicação.

Até o fim de fevereiro de 2020, a campanha já beneficiou 30 atletas de todas as regiões do Brasil. E como não poderia deixar de ser, atletas paralímpicos já foram contemplados. Um deles é Fellipe Barros, atleta do paratriathlon com uma história de superação inspiradora.

Conectar empresas a atletas

Este tópico está diretamente ligado ao anterior. Isto porque, além de ter uma campanha própria de patrocínio, a AtletasNow desempenha um papel fundamental para que os atletas também recebam apoio da iniciativa privada.

Explica-se: a AtletasNow é uma plataforma inteiramente voltada para o esporte, unindo no mesmo ambiente:

– Atletas;
– Demais profissionais do esporte, como treinadores, nutricionistas etc.;
– Clubes;
– Instituições;
– E até empresas dispostas a investir no esporte.

O que isso significa? Que as instituições privadas, através da maior rede de atletas do Brasil, possuem acesso ao portfólio de diversos atletas e paratletas espalhados pelo país.

Assim, as empresas podem identificar qual perfil de atleta e paratleta possui maior aderência à marca, gerando oportunidades de patrocínio.

Através dessa conexão entre todas as pontas do esporte, um paratleta do interior do Ceará já foi beneficiado: Jonny Paiva, da cidade de Itaitinga, conseguiu captar dois patrocínios privados através da plataforma.

Jonny foi identificado em seu nascimento com hipoplasia da fíbula associada, o que fez com que o osso de seu fêmur não se desenvolvesse completamente, gerando uma diferença de 20 cm para o chão. Determinado, ele superou o bullying e o preconceito para mudar sua vida através do esporte.

Mais do que isso, Jonny Paiva foi um dos primeiros usuários da AtletasNow. Ele descobriu a plataforma, acreditou no projeto e tornou-se um dos atletas mais engajados, criando um perfil completo, repleto de estatísticas e com postagens frequentes. Assim, manteve-se sempre em evidência e realizou o sonho de muitos paratletas.

Contemplar modalidades paralímpicas

A plataforma AtletasNow contempla 84 modalidades, e o grande diferencial é que essa lista inclui esportes específicos do esporte adaptado. Um exemplo é o goalball, desporto coletivo com bola praticado por atletas com deficiência visual.

Desta forma, a comunidade de paratletas na plataforma é bastante expressiva. A modalidade com mais paratletas cadastrados é o atletismo.

Cobrir eventos in loco

A aproximação entre a AtletasNow e o paradesporto não se limita somente ao ambiente virtual. Nossa equipe cobre eventos in loco, o que permite uma maior divulgação dos feitos dos atletas e, não menos importante, a captação de novas histórias inspiradoras.

Um dos eventos que contaram com cobertura exclusiva da AtletasNow em 2019 foram os Jogos Paralímpicos Universitários, disputados no Centro Paralímpico Brasileiro, em São Paulo. A edição contou com um número recorde de participantes: 382 paratletas de 21 estados mais o Distrito Federal.

Incentivar a jornada rumo a Tóquio

Estamos em um ciclo olímpico, e como não poderia deixar de ser, uma das missões da AtletasNow é acompanhar e divulgar os resultados dos atletas envolvidos neste período tão importante.

A propósito, temos diversos atletas e profissionais do esporte que representarão o Brasil em Tóquio cadastrados na AtletasNow. Alguns deles são Débora Menezes e Silvana Fernandes, da seleção de parataekwondo, e Leandro Santos e Daniel Yoshizawa, da seleção de vôlei sentado.

Desta forma, a AtletasNow acredita que o desenvolvimento do esporte brasileiro passa diretamente pela valorização do paradesporto.

Portanto, fica o convite: se você é atleta ou profissional do paradesporto, cadastre-se em nossa plataforma e abra um mundo de oportunidades para a sua carreira!