Nosso Blog
Especial Meu Primeiro Patrocínio – Ellen Cecília

Especial Meu Primeiro Patrocínio – Ellen Cecília

A AtletasNow divulgou os vencedores da 5ª edição da seletiva “Meu Primeiro Patrocínio é Aqui”, referente ao mês de janeiro. Hoje, é o dia de encerrar a série especial que contou a história dos cinco novos atletas patrocinados pela AtletasNow. O último capítulo traz como protagonista Ellen Cecília, do kung fu wushu.

As artes marciais chinesas são bastante populares no mundo do cinema. Entretanto, como modalidades de competição, elas ainda são pouco disseminadas no Brasil. Apesar disso, existe uma legião de atletas nacionais em busca de um lugar ao sol. Uma delas é Ellen Cecília, de 18 anos, atleta de Brasília que coleciona medalhas e participações em grandes torneios.

Wushu no sangue

A vida de Ellen é praticamente toda ligada ao wushu. O pai da brasiliense foi atleta da seleção brasileira e técnico de kung fu. “Comecei brincando, tentando imitar os movimentos dele. Quando eu tinha 6 ou 7 anos, meu pai me perguntou se eu queria ser apenas praticante de wushu ou atleta, e me mostrou os sacrifícios que eu teria que fazer se quisesse competir”, relembra Ellen.

A atleta escolheu o caminho mais difícil, mas que lhe trouxe grandes conquistas e lembranças. “No meu primeiro Brasileiro, quando terminei minha rotina, saí sorrindo e balançando os braços pra abraçar meu pai”, disse Ellen, pontuando ainda que as derrotas também trouxeram grandes lições. “Quando eu perdi uma competição e disse que era porque o chão estava escorregadio, meu pai falou que os vencedores comemoram e os perdedores se justificam. Nesse dia, aprendi tanto pro wushu quanto pra vida”.

Dizer que o wushu mudou a vida de Ellen não é apenas força de expressão. “Eu era uma pessoa totalmente introvertida. Se minha borracha caísse na sala de aula, eu fingia que não era minha pra ninguém me olhar. Se eu atravessasse a faixa de pedestre, achava que as pessoas nos carros estariam me julgando. E o wushu é um esporte de demonstração, exigia do atleta uma personalidade inversa à minha. Mas quando eu entrava na área de competição, eu não sentia vergonha e nem medo. Parecia que eram pessoas diferentes, e comecei a levar isso pra vida”.

Ascensão meteórica

Com um talento nato, Ellen era tão promissora que disputou sua primeira competição internacional aos nove anos de idade, na Turquia. “Não tinha nenhuma mulher no time, nem ninguém de Brasília. Meu pai não pôde ir comigo e disseram que ele era doido por deixar eu viajar. Mas foi incrível, uma das melhores experiências da minha vida”, conta a atleta, que ganhou medalha de bronze no World’s Children’s Games, em Ancara.

Daí em diante, Ellen continuou ganhando o mundo. “Apadrinhada” por Paula Amidani, um dos principais ícones do wushu brasileiro, Ellen disputou competições em países como China, Argentina, Costa Rica, Estados Unidos e Bulgária, sempre ganhando medalhas ou ficando em colocações expressivas.

Porém, agora na categoria adulto, Ellen vive um grande dilema na carreira. “Estou enfrentando adversárias que já estão no adulto há mais de cinco anos. Os movimentos e saltos estão mais difíceis e eu ainda tenho que conciliar os treinos com a faculdade e os estudos para concursos públicos, pois hoje infelizmente não dá pra viver somente do esporte”, lamenta.

Em meio aos desafios, Ellen se sente ainda mais motivada a vencê-los após ganhar o patrocínio da AtletasNow. “Ser atleta no Brasil é um desafio, ainda mais de um esporte não olímpico. O tempo todo nos sentimos desvalorizados, e esse tipo de iniciativa nos dá um gás. É gratificante saber que tem pessoas que se importam com o esporte, que estão vendo você e dão valor para o que você faz. É uma valorização que gera esperança para conseguir mais e continuar na luta”.

Se as artes marciais chinesas são tão exploradas nas telonas, uma coisa é certa: a história de Ellen Cecília também daria um ótimo filme.

Meu Primeiro Patrocínio

Além de Ellen Cecília, outros quatro atletas foram contemplados na quinta edição da seletiva “Meu Primeiro Patrocínio é Aqui” de janeiro: Fernando Lauxen e João Braga, do futebol; Júlia Domiciano, do handebol; e Thiago Macena, do judô.

Quer participar da seletiva de patrocínio da AtletasNow? Saiba que o primeiro passo é cadastrar seu perfil de atleta em nossa plataforma. Clique aqui e faça o seu!

[]