Nosso Blog

Voltar

O papel das empresas esportivas no incentivo da prática do esporte

No contexto atual, há em torno das organizações uma preocupação que ultrapassa o objetivo lucrabilidade, que é a qualidade de vida dos seus colaboradores através do esporte. Tanto isso é verdade que diversas empresas têm adotado um plano pedagógico corporativo relacionando o esporte à qualidade de vida, destinando, inclusive, parte dos seus recursos para alcançar isso. Alguns exemplos nesse sentido são as marcas Unimed, Itaipu e Deloitte, conforme levantamento feito pela Exame.

Esse cenário é produto, sem dúvida, tanto das leis de incentivo ao esporte como de empresas esportivas. Estas desempenham, como veremos a seguir, um papel fundamental nesse processo. Acompanhe!

Afinal, o que são empresas esportivas?

Empresas esportivas são organizações voltadas para o incentivo ao esporte, de qualquer modalidade, bastando que esteja enquadrada nas categorias previstas em lei e reconhecida pela sociedade, como futebol, futsal, tênis, corrida, surf, natação, basquete, etc.

A Lei nº 11.438/06, norma que regula o incentivo ao esporte em âmbito nacional, vai mais a fundo, definindo empresa esportiva como a pessoa jurídica autorizada legalmente a apresentar projetos no Ministério do Esporte. Mais que isso, precisa ainda atender aos seguintes requisitos, conforme o dispositivo:

— Não ter fins econômicos;
— Natureza essencialmente esportiva;
— Deve ter, pelo menos, um ano de funcionamento.

É importante fazer uma ressalva. A lei em questão só se aplica às empresas que desejam obter apoio fiscal em seus projetos esportivos. O sistema de funcionamento da lei é baseado na lógica de que se o projeto esportivo for aprovado pelo antigo Ministério do Esporte, os proponentes podem captar recursos para a sua execução junto à iniciativa privada — pessoa física e jurídica.

Em suma, de modo geral, a lei em questão fortalece a cultura do esporte, enaltecendo-o como fundamental não só para exercer a cidadania, visto que é também considerado um direito pela Constituição Federal de 1988, mas também para melhorar a qualidade de vida da sociedade.

As empresas esportivas são um ato de comunicação social

As empresas esportivas não são apenas entidades isoladas com objetivos específicos e programas esportivos voltados para os seus membros e sociedade do entorno, mas também são um ato simbólico e comunicacional, capazes assim de estimularem as pessoas à prática esportiva, é o que defende Juan E. Diaz Bordenave, um dos fundadores do pensamento educomunicativo. É autor da obra “O que é comunicação”, publicada pela editora Brasiliense.

Para o autor, a comunicação social está presente em praticamente tudo que fazemos em nosso dia a dia. Não é diferente com relação às organizações esportivas. Elas também passam uma mensagem para a sociedade quando, por exemplo, defendem à prática esportiva como algo necessário para o bem-estar físico e psicológico em sua rotina — na verdade, não precisam nem defender, porque isso é de sua própria natureza. Criam, com isso, um cenário social favorável à saúde da humanidade, defende.

A comunicação não se limita, como muitos acreditam, aos meios de comunicação de massa ou aos digitais, mas está presente nos mínimos detalhes de nosso dia a dia, não sendo diferente com relação à empresa esportiva, conforme dito.

A prática esportiva apoiada pelas empresas do setor, em si, é um signo e este, como sabido, tem uma relação de identificação no meio social, ou seja, carrega um sentido que é capaz de influenciar as pessoas, positivamente.

De certa maneira e com as devidas diferenças, uma empresa esportiva funciona como uma novela, objeto de comunicação que não só influencia as pessoas no campo das ideias, mas também na vida cotidiana. Quem nunca, por exemplo, se identificou com um personagem, sofrendo e se alegrando com ele? São elementos que revelam a influência da novela na vida das pessoas.

A empresa esportiva dita não só um estilo de vida, mas também carreiras e gostos, fazendo com que as pessoas busquem o melhor para a sua vida através do esporte com o qual mais possui afinidade.

O crescimento da prática de esporte no Brasil

O crescimento das empresas esportivas aliado ao progresso tecnológico permitiu que mais pessoas tivessem acesso à informação sobre esportes de seu interesse. Tanto isso é verdade que, conforme dados do Ministério de Saúde do último ano, 2018, a prática esportiva aumentou na última década.

A pesquisa revelou que esportes como corridas e artes marciais se destacaram entre as atividades físicas mais procuradas e trabalhadas: entre 2006 e 2017, a prática das duas modalidades aumentou em cerca de 194% e 109%, respectivamente. Por outro lado, o futebol, prática esportiva consolidada no Brasil e no mundo, apresentou baixa adesão, caindo pela metade no mesmo período.

Ainda assim, o Brasil está longe de ser referência no campo do esporte. Alguns dos motivos pelos quais ainda enfrentamos essa realidade são, conforme um estudo realizado pelo antigo Ministério do Esporte:
— Problemas de saúde ou idade avançada, o que faz com que as pessoas abandonem o esporte;
— Motivos econômicos. A classe mais vulnerável do Brasil não tem condições de arcar com o esporte, como natação, futebol e futsal, fazendo com que as pessoas pertencentes a essa realidade deixem o esporte de lado;
— Falta de espaço ou instalação para a prática de esporte. Aqui, pode-se citar a própria falta de empresas esportivas capazes de acolher a todos os interessados;
— Falta de tempo para realizar atividades esportivas, em razão do trabalho e faculdade, por exemplo.

De todo modo, como vimos, a prática esportiva tem crescido no Brasil e parte disso é devido ao surgimento de empresas que atuam nesse setor, acolhendo e inspirando jovens nas mais diversas modalidades esportivas que fazem parte da cultura nacional. Os clubes esportivos são, nesse sentido, ótimas ilustrações.

As empresas esportivas são mais do que estruturas organizacionais, apresentam-se, na verdade, como agentes comunicacionais e simbólicos capazes de transformar a vida de jovens e de criar um cenário esportivo forte no país, de modo a beneficiar a sociedade.

Acredita que tem talento em determinada modalidade esportiva? Então, você está no lugar certo. Cadastre-se em nossa plataforma e permita que empresas esportivas encontrem-no (a) e faça os seus sonhos se tornarem realidade. Conosco, o seu futuro é garantido!

Fontes

https://exame.abril.com.br/negocios/8-empresas-que-incentivam-os-funcionarios-a-praticar-esporte/
http://portal.esporte.gov.br/leiIncentivoEsporte/cartilhaGrafica.jsp
http://www.cca.eca.usp.br/content/faleceu-juan-diaz-bordenave-dos-fundadores-pensamento-educomunicativo
http://www.saude.gov.br/noticias/agencia-saude/45003-corrida-e-artes-marciais-crescem-entre-os-brasileiros
http://agenciabrasil.ebc.com.br/pesquisa-e-inovacao/noticia/2017-05/ibge-100-milhoes-de-pessoas-nao-praticam-esporte-no-brasil
http://www.esporte.gov.br/diesporte/2.html