Nosso Blog

Voltar

Prática esportiva no Brasil: um panorama da atualidade

Como será que está a prática esportiva no Brasil atualmente? A pergunta é mais do que pertinente. Afinal, praticar esportes é, literalmente, viver! Pouco importa se a sua paixão é o vôlei, basquete ou futebol. O importante mesmo, é que você se mova e pratique alguma modalidade.

De fato, o simples gesto de passar a caminhar ou correr algumas vezes ao longo da semana regularmente, já faz uma enorme diferença. Sabe por quê? Porque quanto mais ativo for o corpo, menos propenso a problemas físicos e psicológicos ele será.

Basta lembrar que um dos efeitos positivos da prática esportiva é justamente o aumento da oxigenação do cérebro. Some-se a isso, a melhora da qualidade da sua respiração. Além de tudo isso, quanto mais você exercita o corpo, mais ele quer ser exercitado. É como se você entrasse em um profundo processo de auto-estímulo, uma centelha ainda mais vibrante nos atletas profissionais.

Diante de algo tão relevante para a nossa motivação diária, nós decidimos traçar um panorama da prática esportiva no Brasil de hoje. A seguir, você ficará por dentro dos principais detalhes sobre o assunto. Acompanhe!

Aumento da prática esportiva no Brasil nos últimos 10 anos

Por meio de um amplo levantamento, o Ministério da Saúde conseguiu mapear a prática esportiva realizada no Brasil, na última década. Publicada no fim de 2018, a pesquisa trouxe alguns dados surpreendentes.

Em termos de preferências das modalidades esportivas, o órgão confirmou que as artes marciais realmente estão em alta no país. Ao lado delas, a corrida também aparece no topo das escolhas na hora de exercitar o corpo. Considerando o período integral da pesquisa (10 anos), o total de praticantes de ambas as modalidades teve um aumento superior a 100%.

Um dos pontos que mais chamam a atenção na pesquisa é a perda do quase inatingível domínio do futebol. O interesse e consequente busca pelo futebol ficaram abaixo dos 45%, algo impressionante, dada a fama do esporte no país.

No entanto, esse índice está ligado a um intervalo mais longo. Se nós pegarmos somente os dados referentes a 2017, por exemplo, jogar bola com os amigos ainda é uma atividade muito praticada. A pesquisa demonstra que o futebol foi a 3ª modalidade esportiva mais praticada naquele ano. A musculação ficou em 2º lugar, enquanto a caminhada reinou absoluta na 1ª posição.

Confira mais alguns dados gerais obtidos por meio da pesquisa – lembrando que o estudo se limita ao Brasil:

Em termos de anos de escolaridade

  • 47% dos praticantes de esportes cursaram, parcial ou totalmente, o Ensino Superior;
  • 23,3% estudaram até a 8ª série.

Em termos de assiduidade da prática esportiva

  • Homens – 43,4%;
  • Mulheres – 31,5%;
  • 49,1% das pessoas, com idades entre 18 e 24 anos, praticam esportes com maior regularidade;
  • 44,2% dos praticantes assíduos, apresentam idade entre 25 e 34 anos;

Some-se a isso, um detalhe: 37% dos brasileiros que moram nas capitais, se exercitam por 150 minutos ou mais, durante a semana. Esse dado é importante, já que essa frequência é a recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde).

Ainda sobre as capitais brasileiras, a pesquisa apontou as campeãs no quesito prática esportiva:

  • Brasília (Distrito Federal) – 49,6%
  • Palmas (Tocantins) – 45,9%;
  • Macapá (Pará) – 45,5%.

Já São Paulo, João Pessoa (Paraíba) e Recife (Pernambuco), registraram 29,9%, 34,4% e 35,2% de prática esportiva, respectivamente.

Como você pode deixar o esporte fazer parte da sua vida

Como você pôde observar, os resultados exibidos por algumas das principais cidades do país assustam um pouco. Afinal, de um modo geral, menos da metade dos brasileiros realiza alguma atividade esportiva.

De fato, o esporte ainda está longe de ser uma prioridade governamental. Isso compromete a injeção de investimentos no setor. Por outro lado, nós temos milhares de locais propícios à prática de uma ou mais modalidades esportivas.

Se falta investimento governamental, existe uma plataforma online disposta a contribuir e muito para o fomento da prática esportiva.

Por lá, você descobre um novo universo de possibilidades. Sabe aquela vontade de se tornar um atleta profissional? Você não precisa abandonar o sonho apenas pelo fato de não haver um time praticante da modalidade na sua escola.

No seu ritmo, o esporte dá sinais de que está recuperando o fôlego e todo o tempo perdido. No decorrer do dia a dia, é possível notar que as pessoas adquiriram o hábito de ocupar as praças para caminhar ou correr.

Embora isso pareça apenas um pequeno detalhe, ele revela o interesse da população em dar mais atenção ao corpo. Seja por questões de saúde ou não, é nítido que as pessoas estão, ao menos, dispostas a mudar.

Perspectivas

Se você sempre quis se profissionalizar e acha que está na época errada, reveja os seus conceitos sobre o assunto. Recentemente, por exemplo, a Unicamp, Universidade mais importante da América Latina, criou o curso Ciências do Esporte. Como se trata de uma instituição de vanguarda, a criação de um curso como esse diz muita coisa sobre as perspectivas para o Brasil. Perceba que, na mesma universidade, o esporte superou o Direito, que ainda não está na relação de cursos.

O ponto mais importante de tudo o que foi abordado aqui é a certeza de que o esporte é, sim, uma área promissora. Sempre há tempo de começar a praticar uma ou outra modalidade esportiva. Você pode até, depois, seguir outra carreira dentro do esporte.

Isso, porque você não precisa ser um atleta para deixar o esporte fazer parte da sua vida. Como já mencionado, existem até cursos superiores dedicados à pesquisa e prática esportiva. Note que há muitas possibilidades de participação e que os bastidores do movimento também estão se fortalecendo.

Mas se houver realmente interesse e vontade de se profissionalizar no esporte, existem meios de fazer isso dar certo. Acredite!

Quer saber como se tornar um atleta profissional? Nós te mostramos o caminho! Faça agora mesmo o seu cadastro na nossa plataforma e seja bem-vindo a um mundo cheio de energia e conquistas!