Nosso Blog

Voltar

Saiba como está o desempenho do Brasil no Pan de Lima

Os Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, entraram no décimo dia de competições nesta sexta-feira (2). O Brasil neste momento está na quarta colocação do quadro de medalhas, com 14 medalhas de ouro, 13 de prata e 19 de bronze (46 medalhas no total).

O Time Brasil já proporcionou diversos momentos inesquecíveis em Lima, e ainda tem muito mais por vir até a data de encerramento, no dia 11 de agosto. Quer relembrar as conquistas dos brasileiros e saber o que não perder de vista nos próximos dias? A AtletasNow vai te trazer todos os detalhes na sequência deste artigo. Confira:

Brilho na ginástica artística

Antes de mais nada, é possível dizer que o carro-chefe do Brasil em Lima foi a ginástica artística. Só nesta modalidade, a equipe brasileira ganhou onze medalhas, sendo quatro de ouro, quatro de prata e três de bronze.

Caio Souza e Chico Barretto foram as principais estrelas do Brasil na ginástica. Chico ganhou três medalhas de ouro, sendo duas em provas individuais (cavalo com alças e barra fixa) e uma na categoria por equipes. Caio Souza também medalhou três vezes, com ouro no individual geral por aparelhos, prata nas barras paralelas e ouro na competição por equipes.

Do mesmo modo, o Brasil também teve outros destaques na ginástica artística. Arthur Nory, por exemplo, ganhou prata na barra fixa (dobradinha com Chico Barretto) e no individual geral (dobradinha com Caio Souza). Arthur Zanetti, prata nas argolas nas Olimpíadas do Rio em 2016, também levou a prata em Lima. Por fim, Flávia Saraiva ganhou três medalhas de bronze, sendo duas em provas individuais (solo e individual geral).

Demais conquistas

Além da ginástica, o Brasil também brilhou em outras modalidades. No taekwondo, por exemplo, foram sete medalhas (duas de ouro, duas de prata e três de bronze). Os ouros ficaram a cargo do paraibano Edival Pontes, o Netinho, na categoria até 68 kg; e de Milena Titoneli, a primeira mulher brasileira a ganhar um ouro em Lima. Na categoria até 67 kg, Milena venceu Paige McPherson, campeã olímpica e mundial.

Nossos atletas também brilharam no triatlo, com quatro medalhas, sendo duas de ouro e duas de prata. O Brasil fez dobradinha no individual feminino, com Lusia Baptista ganhando o ouro e Vittoria Lopes ficando com a prata. Já no revezamento misto, o quarteto formado por Lusia, Vittoria e Kaue Willy e Manoel Messias garantiu outra medalha dourada para o Brasil.

No handebol feminino, a seleção brasileira feminina ganhou o hexacampeonato consecutivo ao vencer a Argentina de virada na final. Na canoagem velocidade, Isaquias Queiroz confirmou o favoritismo e também deu ouro ao Brasil.

Além disso, o Time Brasil ainda ganhou outros quatro ouros neste Pan: Bruna Wurts ganhou um título inédito na patinação artística, Fernando Saraiva foi campeão no levantamento de peso e Lena Ribeiro venceu a prova do Stand Up Paddle Race.

O ouro mais recente foi conquistado por Ygor Coelho. Na final individual masculina do badminton, o brasileiro venceu o canadense Brian Yang por dois sets a zero.

O país tem novas chances de ouro nesta sexta-feira (2). No boxe, Hebert Souza e Beatriz Ferreira também disputam final na sessão noturna do dia.

É provável que o Brasil brigue pelo segundo lugar do quadro geral de medalhas com Canadá, México e Cuba até o fim do evento.