Nosso Blog
6 passos para enfrentar momentos de pressão no esporte

6 passos para enfrentar momentos de pressão no esporte

Seja em um jogo de interclasses no colégio ou numa final de Copa do Mundo, todo esportista é obrigado a conviver com algo nada cômodo: os momentos de pressão. Como se sabe, uns lidam melhor do que os outros com as cobranças. E elas vêm de todos os lugares. Podem vir da torcida nas arquibancadas, dos técnicos, dos dirigentes, da família, dos patrocinadores, dos companheiros de time e, principalmente, de si próprio.

A psicologia e o esporte estão cada vez mais entrelaçados, dando origem ao já consolidado conceito da psicologia esportiva. Ela ensina, entre outras coisas, que o desempenho de um atleta vai muito além dos fatores ligados ao esporte.

Os atletas estão submetidos a uma rotina cada vez mais maçante, com viagens, treinos, jogos e concentrações consecutivas. No meio de tudo isso, uma equipe multidisciplinar assume uma importância cada vez maior para que os atletas estejam mentalmente preparados para cada desafio.

Mas, a pergunta que não quer calar é: como enfrentar esses momentos de pressão no esporte? Nós vamos te mostrar em seis passos, que vão desde hábitos pessoais, passando por trabalhos psicológicos até exercícios práticos. Confira!

Técnicas de relaxamento

A ansiedade é um dos principais fatores geradores de pressão. Isso afeta os processos psicofisiológicos do atleta, causando aumento da tensão muscular e diminuição da concentração.

O que talvez você não perceba é que esse nervosismo característico do esporte afeta principalmente a respiração. Esse estresse exige bastante do sistema respiratório, fazendo você respirar mais forte e rápido.

Por isso, os exercícios de respiração compreendem algumas das técnicas de relaxamento mais efetivas. Tais exercícios fazem com que você respire de forma pausada e com ritmo, utilizando todo o seu pulmão – enchendo-o de ar e depois exalando.

Para isso, você precisará colocar a mão no seu estômago e fazer com que a barriga e peito inflem. Repetir essa sequência ajuda a estabilizar a frequência cardíaca e favorece a oxigenação do sangue, consequentemente se convertendo em relaxamento para que o atleta esqueça tudo ao seu redor e se sinta mais leve.

Outra técnica de relaxamento pertinente é o relaxamento progressivo de Jacobson. A técnica consiste em encontrar uma posição confortável e fazer uma sequência que contrai e relaxa grupos musculares. Essa sequência pode envolver mãos, ombros, pescoço, boca, respiração, costas e pés.

Como exemplo dessa estratégia, uma das recomendações é fechar fortemente as mãos por aproximadamente dez segundos até sentir a pressão. Depois, o atleta solta cada dedo de uma vez e sente o relaxamento.

Simulando a pressão

Uma das tarefas mais complexas no esporte é simular nos treinamentos a pressão vivida pelos atletas na “hora H”. Afinal, para quem joga basquete, por exemplo, uma coisa é treinar lances livres nas atividades diárias com o seu corpo descansado. Outra é bater um lance livre no último segundo que pode valer a vitória, com o corpo e mente desgastados e a pressão da torcida nas arquibancadas.

No entanto, isso não significa que seja algo impossível de ser replicado. Uma das técnicas mais utilizadas é a da mentalização, isto é, usar a mente para se imaginar em um momento específico importante. Isso exige uma grande determinação tanto do atleta para se concentrar da maneira devida quanto dos treinadores para que esse ambiente desafiador seja criado. Desta forma, o atleta terá melhores condições de encarar o evento decisivo com mais naturalidade.

Rotina pré-competição

Desenvolver uma rotina pré-performance é outro fator que ajudará o atleta na hora de preparar o corpo e a mente para os momentos de pressão. Por este motivo, recomenda-se que o atleta jamais faça mudanças no dia da competição. É preciso se visualizar fazendo os movimentos necessários, cuidar da alimentação, manter o ritmo dos treinos, entre outros fatores.

A rotina pré-competição não é receita de bolo, portanto, cada atleta precisa de um processo específico para aumentar o foco e diminuir os níveis de ansiedade.

Estratégia cognitiva

Obviamente, a psicologia esportiva não trabalha apenas com atividades práticas, mas também com um acompanhamento mais pessoal da situação de cada atleta. Neste contexto, existem diversas estratégias, entre elas a estratégia cognitiva.

Aqui, o psicólogo atua como uma espécie de motivador. Isto porque o atleta pode estar tomado de sentimentos negativos, com uma carga emocional muito ruim para encarar tal desafio. O profissional atuará de forma que o atleta retome a confiança e o bem-estar para desenvolver a atividade da melhor maneira possível.

Usando a pressão a seu favor

Já que a pressão é inerente ao esporte, há uma maneira simples e prática de encarar esses momentos: usar a pressão a seu favor. Sim, isso é possível!

Sabe aquele momento em que você se incomoda com as críticas e isso começa a impactar negativamente no seu desempenho? Pois bem, o segredo é encarar essa realidade como um desafio.

Para isso, o acompanhamento de um psicólogo também será importante para que o atleta foque nas probabilidades positivas, além de evitar o pensamento excessivo em falhas anteriores e, como se diz na gíria do esporte, matar as críticas no peito e mostrar que você é capaz de fazer determinada coisa mesmo quando ninguém mais acredita.

Fazer coisas que te joguem pra cima

Sabe quando você vê os jogadores do seu time de futebol tocando um pandeiro no ônibus como se estivessem em um show de pagode? Bem, não é que eles não estejam levando a sério o jogo que começa horas depois. Pelo contrário: é uma forma de relaxar a mente para fazer com que você encare aquele desafio de maneira mais leve.

Assim como os supracitados exercícios de respiração e relaxamento progressivo, fazer essas pequenas coisas que te agradam antes de um determinado duelo certamente irá ajudar a colocar o seu astral pra cima e te manter mais confiante para sair vitorioso.

Gostou das dicas? Nós temos uma ainda maior: o cadastro na AtletasNow pode te ajudar a fazer um networking com outros profissionais do esporte, encontrar oportunidades ou até mesmo um patrocínio para seguir a carreira. Não parece ótimo? Clique e cadastre-se em nossa plataforma agora mesmo!

[]